ALMG realiza audiência pública sobre crise hídrica e tratamento de esgoto realizado pela Copasa

24 de outubro de 2017 | Por: Otacílio Neto

O deputado federal Domingos Sávio participou na tarde de ontem (23), de uma audiência pública promovida na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) pela Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte. Comunidade, prefeitos, vereadores e demais autoridades de várias cidades mineiras lotaram o auditório para debater a crise hídrica e o tratamento de esgoto realizado pela Copasa no estado.

O público lamentou a ausência da presidente da Companhia, Sinara Meirelles, que enviou dois representantes para compor a mesa e responder os vários questionamentos da população.

Domingos Sávio destacou que a Copasa tem obrigação de fazer investimentos com planejamento para garantir o abastecimento de água e, principalmente, o tratamento de esgoto. O parlamentar também comentou sobre a autorização que a empresa recebeu em Brasília para emitir debêntures incentivadas para a captação de R$ 480 milhões no mercado financeiro. Em Divinópolis os investimentos são na casa de R$143 milhões e serão fundamentais para executar o projeto de tratamento de esgoto do rio Itapecerica.  “Mesmo com a autorização, a Copasa até hoje não iniciou várias dessas obras que estavam previstas no cronograma. Em Divinópolis, por exemplo, as obras são anunciadas e empurradas com a barriga e a população está sendo penalizada porque paga por um serviço de tratamento de esgoto que não existe e os rios Itapecerica e Pará estão sendo destruídos pela Copasa e morrendo”, afirmou.

Confira abaixo o pronunciamento do deputado Domingos Sávio durante a audiência pública da ALMG:

 

 

Assine Nossa Newsletter

Acompanhe o Instagram