Domingos Sávio, CEF e prefeitura desenham propostas para garantir recursos para Divinópolis

21 de novembro de 2017 | Por: Thamires Santos

Mais de trinta milhões em benfeitorias para a cidade estão em jogo

O deputado Domingos Sávio se reuniu nesta segunda (30/11) com a Superintendente da Caixa Econômica Federal, em Divinópolis, Ana Maria Galinari e sua equipe técnica para tratar da liberação e acompanhamento de várias emendas de sua autoria, além do PPI Favelas, PAC Saneamento e o Complexo Esportivo do Icaraí. Acompanharam o deputado,  o secretário de Usina de Projetos, Júlio Campolina e Leonardo Gomes, engenheiro da prefeitura, além do vereador Renato Ferreira (PSDB).

De acordo com o parlamentar, o encontro foi muito produtivo e resolutivo, visto que se sentaram à mesa todos os interessados em resolver as pendências e entraves burocráticos. “Discutimos as emendas de minha autoria que estão em fase de execução e, somadas, chegam próximo a R$6 milhões. Além disso, trabalhamos para encontrar solução para os entraves do PPI Favela.  A parte de habitação será resolvida através do programa “Minha casa, Minha vida” com a prefeitura viabilizando a obra dos apartamentos que serão entregues aos beneficiários que foram retirados de suas casas em áreas de risco e ate hoje aguardam uma solução deste problema que já se arrasta há mais de uma década.  Outro assunto tratado foi o PAC Saneamento, que atenderá as recomendações do Ministério Público Federal e deverá, em breve, ter suas obras licitadas e executadas”, informou o parlamentar.

Em junho deste ano, Domingos Sávio conseguiu reaver e liberar para apresentação de documentação, mais de R$22 milhões em investimentos para Divinópolis que estavam perdidos no Ministério das Cidades.

 

Complexo Esportivo do Icaraí

 

Outro assunto discutido durante audiência na CEF foi referente ao Complexo Esportivo do bairro Icaraí. Embora houve a desistência dos vencedores da licitação e perda de prazos pela prefeitura para iniciar a obra, o deputado Domingos Sávio se propôs a lutar para reverter a situação em Brasília ou buscar outro convênio.  “Não é justo é a comunidade perder a obra tão necessária”, afirmou o deputado Domingos Sávio.

 

Assine Nossa Newsletter

Acompanhe o Instagram