Domingos Sávio defende Medida Provisória do crédito rural no Congresso

14 de novembro de 2019 | Por: Assessoria de Imprensa

Nova MP promete diminuir custo do crédito ao produtor e criar fundo solidário para renegociação de dívidas no Setor

Apresentada com o objetivo de ampliar o volume de recursos disponíveis para o Agronegócio e estabelecer um fundo solidário para a negociação de dívidas, a Medida Provisória 897/2019, conhecida como a MP do Crédito Rural, ganha força no Congresso. Esta semana, o texto base foi elogiado por deputados, senadores e lideranças do setor agro durante audiência pública da Comissão Mista, em Brasília.

Representantes do governo, dos bancos oficiais e dos produtores rurais, valorizaram a medida e destacaram que a nova norma contribuirá para a redução do custo do crédito rural e proporcionará um mercado mais competitivo.

De acordo com economistas do Governo Federal e Banco Central, a equalização das taxas de juros deve reduzir o custo administrativa-tributário do Tesouro Nacional e atrair a entrada de mais bancos e cooperativas no mercado de crédito rural. “Algumas instituições financeiras estão aumentando a participação em operações de crédito rural e deverão ter interesse na habilitação”, afirmou Claudio Filgueiras Pacheco Moreira, do Programa de Garantia da Atividade Agropecuária – Proagro, do Banco Central.  

Representantes de Instituições de Defesa dos Produtores frisaram a importância do momento em que a Medida Provisória é apresentada. Segundo eles, a MP é esperada para estimular a competição e reduzir o custo de capital para o produtor. E também para corrigir “assimetrias” de acesso à linhas de crédito, especialmente diante da necessidade de expandir e modernizar o armazenamento da produção.

Estoques reguladores

O deputado federal Domingos Sávio (PSDB/MG) destacou a importância de acrescentar no relatório os chamados estoques reguladores, que poderiam limitar as oscilações dos preços. O parlamentar defende que o governo federal utilize linha de crédito para manter os estoques da produção rural. “O café e o leite são dois produtos que geram milhões de empregos e têm importância social e econômica para o país”, frisou.

Nesse sentido, para valorizar a macroeconomia, “durante a safra, o governo deveria comprar café e formar estoques. Na entressafra, entraria no mercado vendendo o produto e evitando a desvalorização”, completou. Ainda segundo Domingos Sávio, no caso do leite, que é um produto mais perecível, essa intervenção também seria possível. “Pode ser feito o estoque de leite em pó e com isso estimular as cooperativas a valorizarem o preço da produção”, projetou.

Trâmite

A audiência realizada nesta terça-feira, 12 de novembro, é a segunda de três programadas pela Comissão Mista, com os temas: Patrimônio de Afetação; Fundo de Aval Fraterno (FAF), Equalização de Juros e Outros; e Cédula de Produto Rural (CPR) e Títulos do Agronegócio.

A MP do Crédito Rural foi publicada em 02 de outubro de 2019. A votação da medida no Congresso tem que ser concluída até o dia 30 de novembro. Até março de 2020, o texto com suas alterações deve ser votado para não perder a validade. O deputado federal Domingos Sávio é o autor de seis emendas à matéria original.

Assine Nossa Newsletter

Acompanhe o Instagram

This error message is only visible to WordPress admins

Error: The account for domingossaviomg needs to be reconnected.
Due to recent Instagram platform changes this Instagram account needs to be reconnected in order to continue updating. Reconnect on plugin Settings page

Error: No posts found.

Make sure this account has posts available on instagram.com.