Domingos Sávio e lideranças de Santo Antônio do Monte defendem setor de fogos de artifício em São Paulo

19 de agosto de 2021 | Por: Assessoria de Imprensa Domingos Sávio defende fogos de artifício produzido em Santo Antônio do Monte em São Paulo

Diálogo e equilíbrio: atividade econômica gera 10 mil empregos diretos e indiretos no Centro-Oeste de Minas

A fabricação de fogos de artifício é a principal atividade econômica de Santo Antônio do Monte, no Centro-Oeste mineiro, e é responsável pela geração de cerca de 10 mil empregos diretos e indiretos. A defesa do setor foi a principal pauta de representantes da indústria pirotécnica com o secretário da Casa Civil do Governo de São Paulo, Cauê Macris. O encontro foi realizado a pedido do deputado federal Domingos Sávio (PSDB/MG), que defende a adequada regulamentação de fogos de artifício no estado.

Atualmente, menos de um mês após a regulamentação da Lei 17.389, de 28 de julho de 2021, está proibida a venda, soltura e transporte de fogos de estampido (ruidosos) em São Paulo. Para o deputado federal Domingos Sávio, é preciso ampliar as informações técnicas para que a produção de fogos de Santo Antônio do Monte não sofra embargos e os impactos negativos sejam percebidos por quem depende desse nicho de mercado.

Foi um importante encontro que possibilitou às autoridades do Governo de São Paulo conhecer melhor o trabalho e as especificidades do setor de fogos de artificio“, comentou o deputado Domingos Sávio.

Estamos confiantes que novas informações ajudarão o Governo de São Paulo a aperfeiçoar a legislação vigente e ao mesmo tempo assegurar o comércio dos produtos que não sejam afetados pela lei 17.389/21, como os chamados fogos de vista, que são aqueles que produzem efeitos visuais sem barulho”, completou.

O Sindicato das Indústrias de Pirotecnia de Minas Gerais – Sindiemg apresentou as principais diferenças entre fogos de estampido (ruidosos) e os fogos de vista, que tem nas cores o seu principal efeito. Explicou sobre a segurança e controle de qualidade que hoje são marca dessa indústria. E também apresentou dados sobre a aplicação de normas em outros lugares do mundo, como por exemplo a União Europeia.

O Secretário da Casa Civil de São Paulo, Cauê Macris, e os representantes do Governo assumiram o compromisso de estudar os detalhes técnicos para definir como o estado aplicará a legislação vigente.

Nossa luta em defesa do setor de fogos de artifício continuará, sempre firmes com o objetivo de combater a desinformação“, destacou Domingos Sávio.

Participação

Além do Deputado Domingos Sávio, também se fez presente o seu chefe de gabinete Guilherme Santos, natural de Santo Antônio do Monte. O prefeito Leonardo Lacerda Camilo e o ex-prefeito Dinho do Braz, bem como o Secretário de Desenvolvimento Econômico do município, Celio Júnior. A Associação Brasileira de Pirotecnia – Assobrapi, se fez representada por seu presidente Wilber.

O Sindiemg foi representado pelo presidente, Magnaldo Geraldo, e pelo vice-presidente, Tiago Oliveira, além do engenheiro Expedito e o assessor jurídico, Wagner de Melo Franco.

Assine Nossa Newsletter