Domingos Sávio reúne lideranças e debate possível renovação de concessão da Ferrovia Centro-Atlântica em Divinópolis

10 de dezembro de 2021 | Por: Otacílio Neto Domingos Sávio preside audiência pública em Divinópolis para tratar sobre a possível renovação da concessão da ferrovia centro-atlântica

Audiência Pública da Comissão de Viação e Transportes é realizada nesta sexta-feira, 10 de dezembro

O deputado federal Domingos Sávio descentralizou as discussões sobre a possível renovação de concessão da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), já em análise pelo governo federal, e ampliou o diálogo junto às lideranças mineiras durante Audiência Pública da Comissão de Viação e Transporte da Câmara, realizada na Câmara Municipal de Divinópolis.  Prefeitos e vereadores, bem como representantes de instituições, tiveram a oportunidade de apresentar demandas que serão analisadas e, possivelmente, inseridas como condicionantes ao futuro contrato entre a União e a VLI.

A possível renovação da concessão requer a união e participação de toda a população e municípios impactados pela passagem dos trilhos. O Poder Público tem que fazer uma análise criteriosa e renovar a concessão apenas em havendo claramente o benefíco do interesse público. E isso é óbivo, porque estamos falando de um patrimônio público que se faz fundamental para alavancar o desenvolvimento do Brasil, com impacto direto em Minas Gerais e na nossa região”, afirmou Domingos Sávio.

O deputado destacou pontos importantes e que carecem de maior atenção dos órgãos fiscalizadores, como a maior previsão de investimentos em segurança e mobilidade urbana. “Além do impacto econômico de uma ferrovia que tem a missão de realizar o escoamento e o transporte de riquezas produzidas no interior; a ampliação de modais e terminais de cargas, a diversificação do transporte, e atendimento às necessidades de transporte de passageiros e fomento ao turismo”, completou.

Domingos Sávio audiência pública fca
Domingos Sávio preside a Audiência Pública realizada na Câmara de Divinópolis, que reuniu lideranças de municípios impactados pela passagem dos trilhos em Minas

“Não podemos ficar apenas com o barulho dos trens”

Domingos Sávio também defendeu de forma enfática a previsão de mais investimentos na malha ferroviária do estado. Segundo o parlamentar, que presidiu a Audiência Pública, as cidades mineiras não podem ficar apenas com o barulho dos trens. “Temos que garantir, já no próximo contrato, a previsão de mais investimentos e assim atender às novas demandas nos municípios”, defendeu o deputado.

Os benefícios fiscais e os recursos angariados pelo governo federal com a concessão da ferrovia tem que ser investido, prioritariamente, em Minas e nos municípios impactados pela malha ferroviária.

União por mais investimentos

A participação efetiva de prefeitos, vereadores e lideranças municipais evidenciou a importância da Audiência Pública. O presidente da Câmara de Oliveira, Antônio Ananias (foto abaixo) elogiou a iniciativa.

É de grande importância esse evento, que trouxe a voz da população para dentro do debate. Esperamos que, com essa audiência e a forma com que estamos estabelecendo uma parceria com a VLI, a ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres – e o Ministério de Infraestrutura, possamos resolver o problema da malha ferroviária. Parabéns, deputado Domingos Sávio, pelo evento”, resumiu.

Antônio Ananias, presidente da Câmara de Oliveira, denunciou falta de investimentos da VLI em seu município

Domingos Sávio atento às carências da cidade e às demandas da população trouxe a Audiência Pública para Divinópolis e nós tivemos a possibilidade de debater todos os problemas que a ferrovia traz hoje. Reunido com tantas lideranças vamos começar a planejar o futuro dessa possível renovação de concessão e assim minizamar os impactos negativos que a ferrovia traz para Divinópolis”, afirmou o presidente da Câmara de Divinópolis, Eduardo Print Júnior.

A situação dos trilhos e os impactos causados por eles também foram levantados por representantes dos municípios de Divinópolis, Campos Altos, Bom Sucesso, Betim e Carmo do Cajuru.

O prefeito Edson Vilela, de Carmo do Cajuru, apresentou um manifesto contendo indicações de melhorias, como a utilizção do Terminal da Ferradura, entre Carmo do Cajuru e Divinópolis, como central de armazenamento de grãos, por exemplo. “Hoje nós temos uma ferrovia que só passa nos municípios e em nada tem contribuído com o crescimento e desenvolvimento da nossa região Centro-Oeste de Minas”, avaliou o chefe do Executivo.

Possível renovação de concessão justa

Na visão do deputado estadual e presidente da Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, João Leite, o deputado Domingos Sávio se destaca ao realizar audiência sobre o tema em Minas Gerais com a participação de representantes da VLI e ANTT.

Esse debate é muito importante para que tenhamos uma renovação de concessão justa. Ouvimos muitas reclamações da população e dos representantes de Divinópolis. Vamos acompanhar para que a VLI e a ANTT atendam todos esses pedidos, que são importantes para a população, não só de Divinópolis, mas de todos os municípios cortados pela ferrovia. Foi um grande momento de democracia e de possibilidades, da população ser ouvida por meio de seus representantes”.

Equilíbrio

A mensagem ficou clara. As preocupações tanto da região quanto as manifestações que nós ouvimos aqui são importantes para a ANTT, que é sensível a todas as questões trazidas em Audiência Pública. Nós buscamos equilibrar os diversos interesses envolvidos dos atores, seja a própria sociedade, bem como o interesse da empresa, no sentido da renovação, bem como o interesse e objetivos do governo brasileiro no sentido de fazer que esse programa siga em frente. O equilíbrio desses diversos interesses é o principal papel que a Agência tem nesse processo”, afirmou o coordenador de ativos e meios ambiente da ANTT, Jean Mafra dos Reis, nas considerações finais do encontro.

Presenças

Participaram da Audiência Pública o prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo; a vice-prefeita de Divinópolis, Janete Aparecida; o presidente da Câmara de Divinópolis, Eduardo Print Júnior; os vereadores de Divinópolis, Wesley Jarbas, Eduardo Azevedo, Ney Burguer, Diego Espino, Lohanna França, Ademir Silva, Israel Mendonça, Josafá Anderson, Rodrigo Kaboja, Edsom Sousa, Flávio Marra; o ex-deputado Jaime Martins; prefeito de São Sebastião do Oeste, Belarmino Luciano Leite; prefeito de Campos Altos, Paulo Almeida; Edson Vilela, prefeito de Carmo do Cajuru; prefeito de Bambuí, Olívio José Teixeira; ex-prefeito de Carmo da Mata; Hermano Romano, representando a prefeita de Oliveira, Cristine Lasmar; vice-prefeito de Santo Antônio do Amparo, Petrônio Campos Resende; presidente da Câmara de Oliveira, Antônio Ananias de Souza, acompanhado do vereador Clodoaldo José de Paula; presidente da Câmara de São Sabastião do Oeste, Dorinato Artur Soares; vereador de Betim, Roberto Carlos da Silva; vereador de Candeias, Daukleber Diniz Alves; comandante do 23º Batalhão de Polícia Militar em Divinópolis, Major Erlando Ferreira da Silva; presidente da FIEMG Centro-Oeste, Eduardo Soares; diretora-executiva do Circuito Campos da Vertentes, Nêm Campos; vice-presidente da OAB, Ellen Ariadne Mendes Lima; presidente da CDL Divinópolis, Heider Victor de Sousa; presidente da ACID Divinópolis, Alexandra Galvão; vice-presidente da ACID Divinópolis, Luis Eduardo Fonseca de Oliveira; CEO da Ferrovia Sul Mineira, César Mori Júnior;

Assine Nossa Newsletter