Em resposta ao deputado Domingos Sávio, ANA solicita esclarecimentos da ONS sobre os reservatórios de Furnas e Mascarenhas de Moraes

13 de novembro de 2020 | Por: Assessoria de Imprensa

O deputado federal Domingos Sávio cobrou através de ofício (nº 0745/2020) enviado ontem (12) para a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico – ANA o cumprimento do acordo de controle de vazão para o reservatório de Furnas. Em reunião realizada pela ANA, com a participação de representantes de Furnas e ONS, houve um compromisso de que a partir de novembro a vazão seria diminuída.

De acordo com o parlamentar, o compromisso assumido pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Ambiental (ANA) e o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) com a diminuição gradativa da vazão defluente no Lago de Furnas não está sendo cumprido na prática.

 Quero manifestar a minha indignação com a falta de respeito ao compromisso feito conosco pela ANA, ONS e também pela Usina de Furnas. Nós tratamos desse assunto em audiência pública, por teleconferência. Essa é uma luta que envolve todas as cidades de entorno do Lago, boa parte da nossa bancada na Câmara Federal e, por isso, nós não vamos abrir mão da nossa cota 762”, completou.

Em resposta ao ofício, a ANA diz seguir com atenção à situação de alguns reservatórios que fazem parte do Sistema Interligado Nacional-SIN, realizando reuniões de acompanhamento das principais bacias hidrográficas brasileiras. Segundo a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico, essas reuniões enfatizam a compatibilização entre os usos múltiplos da água e a segurança hídrica e energética.

A ANA e a SEMAD/MG, afirmaram que seguem acompanhando o cenário e verificando o cumprimento da proposta de recuperação dos reservatórios, com atenção também ao cumprimento das regras de recursos hídricos estabelecidas.

O órgão se mostrou preocupado com a atual situação dos reservatórios de Furnas e Mascarenhas de Moraes (Peixoto), que em 10 de novembro de 2020 estavam com níveis muito próximos aos níveis em que passariam a operar a fio d’ água, conforme a proposta de regras operativas apresentada pelo ONS.

 “Não vamos aceitar esta atitude abusiva e desrespeitosa com os milhões de mineiros que dependem do lago de furnas. Consideramos esta atitude pelos prejuízos causados à economia e ao meio ambiente e queremos punição para os culpados que estão desrespeitando o que foi acordado“, afirmou.

Confira abaixo o ofício enviado pelo deputado Domingos Sávio e na sequencia, a resposta da ANA:

Defensor de Furnas, confira outros momentos em que o deputado cobrou das autoridades:

Assine Nossa Newsletter