FNDE prevê liberação de recursos para obras de creches em Taiobeiras

9 de julho de 2021 | Por: Assessoria de Imprensa Reunião no FNDE garante recursos para Taiobeiras

Domingos Sávio articulou encontro com o prefeito Denerval e cobrou pagamento para conclusão de três Centros de Educação Infantil

A liberação de recursos para a conclusão e avanços de obras em três Centros Municipais de Educação Infantil – CMEIs (creches Sagrada Família, Nilton Júnior e Mirandópolis), em Taiobeiras, esteve na pauta do Ministério da Educação, esta semana, em Brasília. Articulada pelo deputado federal Domingos Sávio, a reunião com o prefeito de Taiobeiras, Denerval Germano da Cruz, terminou com a indicação de pagamento de duas parcelas para retomada das obras.

A expectativa é de que os recursos sejam liberados em 30 dias.

As obras estão em fases diferentes. De acordo com o prefeito Denerval, as duas mais adiantadas estão com 98% e 60% dos projetos executados. “Para esses dois CMEIs, o FNDE apresentou a proposta de pagamento das medições nos próximos 30 dias”, comemorou o prefeito.

Domingos Sávio reforçou o bom trânsito junto ao FNDE e agradeceu o empenho do órgão com as demandas da Educação em Minas Gerais. “A gente sempre recebe boas notícias no FNDE e, desta vez, estamos comemorando as conquistas por Taiobeiras, que está com novos recursos liberados para avançar à fase final de construção das creches e colocar em funcionamento esses importantes equipamentos para educação das crianças”, afirmou o deputado.

Educação Tecnológica

O deputado federal Domingos Sávio também está ao lado de Taiobeiras para a implantação de uma escola técnica ou um campus universitário no município. Para isso, busca investimentos federais.

Esta semana, em Brasília, apresentou junto com o prefeito Denerval pedido de apoio do Ministério da Educação. No documento, eles destacaram a estrutura física disponível em Taiobeiras para receber os recursos e a importância desta política para ampliar as oportunidades na cidade e na região.

O Município conta com a estrutura necessária para sua implantação, obtida através do Programa Brasil Profissionalizado, que está se deteriorando pela falta de uso, enquanto milhares de jovens buscam por uma oportunidade de estudar sem a necessidade de se deslocar para os grandes centros. A conclusão do prédio trouxe grandes expectativas para toda região do Alto Rio Pardo, que é formada por 17 municípios e população superior a 210 mil habitantes, especialmente entre os jovens, ávidos por conhecimento e oportunidade, com vocação empreendedora, o que contribuirá para geração de emprego e renda na região”, destacou o documento.

Assine Nossa Newsletter