Primeiro sistema de produção de leite em “Compost barn” destinado à pesquisa é inaugurado em Minas

12 de março de 2020 | Por: Assessoria de Imprensa

Domingos Sávio participa de ato na Embrapa Gado de Leite e defende produtor brasileiro

O deputado federal Domingos Sávio participou nesta quinta-feira, 12 de março, da inauguração do sistema de produção intensiva de leite em Compost barn, no campo experimental da Embrapa Gado de Leite, em Coronel Pacheco, na Zona da Mata mineira. O espaço é o primeiro construído em ambiente de pesquisa em todos os países do mundo tropical.

Ao destacar a importância da Embrapa Gado de Leite, Domingos Sávio valorizou os produtores de leite. “Aqui estão presentes as pessoas que acreditam e que fazem o Brasil dar certo”, disse.

O deputado lembrou as próprias origens, como médico veterinário, e defensor dos sindicatos rurais e do cooperativismo de leite, para falar do trabalho de valorização do produtor rural no Congresso. “Essa base fortaleceu os valores que defendo atualmente em Brasília, de reforçar a importância e a valorização do produtor de leite, quem luta para alimentar milhões de brasileiros e que, muitas vezes, tem sido um dos mais prejudicados na cadeia de produção de laticínios”, completou.

Ao final do discurso, Domingos Sávio parabenizou o presidente da Embrapa, Celso Moretti, e o chefe-geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo Martins.

Destaques

. O sistema de produção de leite em “Compost barn” é  resultado de uma parceria público privada entre a Embrapa e a Associação Brasileira dos Criadores da Raça Gir Leiteiro – ABCGIL;
. Abrigará vacas das raças Holandesa e Girolando;
. O espaço é multifuncional e  permite experimentos em ambiente de tecnologia Túnel do Vento e Convencional;
. Foi Construído em ambiente de I0TCP – Interação entre Coisas, Vacas e Pessoas;
. Abrigará, em um só lugar, as soluções das startups finalistas do Ideas For Milk;
. Iniciará pesquisas e demonstração do uso de energia solar em Compost Barn.

Conforto animal 

O Compost Barn da Embrapa – estábulo cuja principal característica é possuir uma ‘cama’ de material orgânico que realiza a compostagem das fezes e urina dos animais e proporciona maior conforto – leva o nome de “Vacas e Pessoas Felizes”. “Um animal feliz é bem alimentado, sadio, está num ambiente agradável e é bem tratado”, explica o chefe-geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo Martins.

De acordo com o chefe-adjunto de Pesquisa & Desenvolvimento da unidade, Pedro Arcuri, além de promover o bem-estar animal, devido a um ambiente seco e climatizado, também proporciona uma rotina de trabalho mais confortável para produtor e empregados.  “Há muita tecnologia embarcada no sistema que a Embrapa está entregando. Câmeras e diversos sensores monitoram todo o ambiente, fornecendo informações sobre a temperatura, a atividade das vacas, iluminação etc. Nosso foco será a produção de conhecimento”. Tudo isso, segundo Arcuri, favorece o trabalho dos profissionais envolvidos e facilita a tomada de decisão do produtor.

Sistema Compost Barn

A adoção do Compost Barn tem crescido entre os produtores nacionais. Já são mais de dois mil em funcionamento, mas há poucos resultados de pesquisa sobre a tecnologia. O sistema Embrapa tem capacidade para receber 80 vacas das raças Holandês e Girolando.

Segundo Arcuri, a estrutura será fonte de pesquisas, gerando indicadores sobre a sua utilização em ambiente tropical, preenchendo uma importante lacuna.

Assine Nossa Newsletter