Produção e comercialização de queijo artesanal são regulamentadas em Minas

19 de agosto de 2020 | Por: Assessoria de Imprensa

Domingos Sávio destaca valorização da cadeia produtiva do leite e cita impacto positivo para 30 mil produtores no estado

O deputado federal Domingos Sávio (PSDB/MG) participou na manhã desta quarta-feira, 19 de agosto, da solenidade virtual para assinatura do decreto que regulamenta a produção e comercialização de queijos artesanais em Minas Gerias. A medida tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento do segmento, valorizando os produtos e a cultura regional, além de melhorar o ambiente de negócios e buscar novos mercados.

Agora regulamentada, a Lei n.º 23.157, de 18 de dezembro de 2018, determina normas sanitárias, boas práticas agropecuárias e de fabricação para garantir a qualidade dos queijos. Estima-se que cerca de 30 mil produtores de queijos artesanais e empreendedores rurais no estado serão beneficiados com a medida. 

O que nós queremos é que a produção seja regulamentada, de forma que o produtor tenha o produto reconhecido, e o consumidor tenha segurança na hora de consumir. Com isso, vamos fortalecer o setor, formalizando esta produção”, destacou o governador Romeu Zema durante o ato.

Representando a Câmara Federal, o deputado Domingos Sávio discursou em defesa das famílias que vivem no campo e produzem o leite. “O produtor de leite, esse lutador, é também um sofredor. E essa é uma iniciativa que valoriza o produtor e toda a cadeia produtiva do leite”, lembrou.

Domingos Sávio também destacou o potencial econômico do queijo que faz de Minas Gerais, uma referência nacional e internacional. “Nós temos que exportar não é só o produto bruto, o queijo. Temos que exportar a competência de quem produz, a qualidade do alimento e, obviamente, o produto com valor agregado. Minas manda queijo para o Brasil inteiro e temos que fazer isso com muito orgulho por ser mineiro e em função do bom queijo que é produzido em todas as regiões do estado”, destacou o deputado que integra a Frente Parlamentar da Agropecuária – FPA, em Brasília.

O presidente da Associação Mineira dos Produtores de Queijo Artesanal (Amiqueijo) e da Associação dos Produtores de Queijo Canastra (Aprocan), João Carlos Leite, comemorou a assinatura do decreto.

Agora, nós, produtores, queremos continuar avançando nesse processo e, com certeza, as portarias que o IMA irá publicar são de extrema importância porque trarão objetividade ao que está estabelecido tanto na lei quanto na regulamentação e esperamos continuar como parceiros neste processo”, afirmou.

Reconhecimento nacional

O secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marcos Montes Cordeiro, também  participou da cerimônia de assinatura por videoconferência. O gestor do MAPA destacou a importância da medida para o agronegócio do país e valorização do pequeno produtor.

A agricultura e o agronegócio brasileiro são pujantes e respeitados no mundo inteiro. Nós não precisamos focar só nos grandes produtores, a agricultura hoje é uma só. Este ato que o governador faz hoje terá um reflexo enorme em Minas Gerais nos pequenos produtores”, disse.

Também participaram da solenidade a secretária de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Ana Maria Valentini; do ex-ministro da Agricultura, Alysson Paulinelli, do presidente da Emater, Gustavo Laterza, a presidente da Epamig, Nilda de Fátima Soares, do diretor-geral do Instituto Mineiro de Agropecuária – IMA, Thales Pereira Fernandes, além de deputados estaduais e federais.

Mais pelo produtor

Em 2018, Domingos Sávio votou sim pela aprovação do Projeto de Lei 3.859/15, que permitiu a comercialização entre os estados de produtos artesanais de origem animal, como queijos e embutidos. Clique aqui.

Assine Nossa Newsletter